quarta-feira, 25 de abril de 2012


Próximos Espetáculos




?-Os Saltimbancos - 10/11/2012 Salto do Jacuí 
 
?-O Santo e a Porca - 08/11/2012 Feira de Livros de Garibaldi 

?-Ed Mort - 08/11/2012 Feira de Livros de Garibaldi 

?-O Castelo Encantado 08/11/2012 Feira de Livros de Garibaldi 

?- Os Saltimbancos   07/11/2012 Feira de livros de Garibaldi

549/550- TArtufo (tomo 28/29) 49º Cena às 7

547/548- Os Saltimbancos (tomo 06/07) 06/06/2012 14 e 16 horas E.E. Venâncio Aires

545/546- Os Saltimbancos (tomo 04/05)  05/06/2012 14 e 16 horas E.E Margarida Pardelhas

543/544- Os Saltimbancos (tomo 02/03) 48 º Cena às 7 dias 26 e 27 de maio


541/542- O Castelo Encantado (tomo83/84) 15/05/2012 Feira de Livros de Bento Gonçalves

540- A Maldição do Vale Negro (tomo 17) 14/05/2012 Feira de Livros de Bento Gonçalves

539 - Os Saltimbancos (tomo 01) 14/05/2012 Feira de Livros de Bento Gonçalves

537/538 -A Maldição (tomo 15/16) 21 e 22/04/2012 47ºCena às 7

536-O Incidente Frag. (tomo 74) 18/04/2012 Bento Gonçalves

535-Ed Mort (tomo 09) 04/04/2012 Capão da Canoa

534-Esconderijos do Tempo (tomo 66) 27/03/2012 Osório

533 - Deu a louca no ator (tomo 02) 18/03/2012  46º Cena às 7

530/531/532- As Balzaquianas (tomo 05-06-07) 03,04,05/02/2012 Sala Carlos Carvalho 
Porto Verão Alegre

529- As Balzaquianas (tomo 04) 15/01/2012   45º Cena às 7

528-Esconderijos do Tempo-(tomo 65)04/12/2011 44ºCena às 7

526/527- Lili Inventa o Mundo (tomos 91/92) 26/11/2011- feira de livros de Viamão

525- O Feriadão (tomo 96) -10/11/2011) Tarde Garibaldi

524-A Maldição do Vale Negro (tomo  14) - 10/11/2011 manhã - Garibaldi

523- O Incidente (tomo 73) 09/11/2011 -manhã - Garibaldi

522- Feriadão (tomo 95) 08/11/2011-tarde- Garibaldi

521-O Incidente (tomo 72) 06/11/2011 -Cruz Alta - 43°Cena às 7

520-Lili Inventa o Mundo (tomo 90) Cruz Alta - 28/10/2011

519- Feriadão (tomo 94) 21/10/2011 Cruz Alta Annes Dias

518 - O Castelo Encantado  (tomo 82) 17/10/2011 Antonio Prado

517- O Castelo Encantado  (tomo 81) 17/10/2011 Antonio Prado

516- O Incidente (tomo 71) 16/10/2011 Antonio prado

515-Feriadão (tomo93) 09/10/2011 42º Cena às 7

514 - Ed Mort -41º Cena às 7 (tomo 08) 18/09/2011

513- Deu a louca no ator (tomo 01) 21/08/2011 40º Cena às 7

512- As Balzaquianas (tomo 03) 17/11/2011 - Itaqui

511 - Lili Inventa o Mundo (tomo 89) 12/11/2011 Feira de Livros

510 - A Maldição do Vale Negro (tomo 13) 17/07/2011 39º Cena às 7

509 - As Balzaquianas (tomo 02) 19/05/2011 38º Cena às 7

508 - O Feriadão  (tomo 92) 18/05/2011 Bento Gonçalves

507 - A Maldição do Vale Negro - 19/05/2011 (tomo 12) Bento Gonçalves 

506- Lili Inventa o Mundo - 18/05/2011 (tomo 88) Bento Gonçalves 

505 - O Incidente - 18/05/2011 (tomo 70) Bento Gonçalves

504 - Feridão - 17/05/2011 - (tomo 91) Bento Gonçalves

503 - O Incidente -17/05/2011- (tomo 69) Bento Gonçalves

502 - Lili Inventa o Mundo 16/05/2011-(tomo 87) Bento Gonçalves

501 - 37º Cena às 7 - As Balzaquianas -15/05/2011  (tomo 01)

500- Esconderijos do Tempo - 20/03/2011 (tomo 64) Teatro Carlos CArvalho

499-Esconderijos do Tempo - 19/03/2011 (tomo 63) Teatro Carlos Carvalho


498 - Esconderijos do Tempo - 18/03/2011 (tomo 62) Teatro Carlos Carvalho

497- Lili Inventa o Muno - 02/11/2010 (tomo 86) Tupanciretã

  496 -Esconderijos do Tempo - 24/11/2010 (tomo 61) Três Coroas


495- O Incidente - 05/11/2010 (tomo  68 ) Nova Prata

494- O Incidente - 05/11/2010 (tomo 67 ) Nova Prata

493 - O Castelo Encantado - 04/11/2010 (tomo 80 )  Nova Prata

492- O Castelo Encantado - 04/11/2010 (tomo 79 ) Nova Prata

491 - O Incidente -03/11/2010 (tomo 66 ) Nova Prata

490 - O Incidente -03/11/2010 (tomo  65  ) Nova Prata

489-A Maldição do Vale Negro - 23/10/2010 - (tomo 11 ) Osório 

488- Lili Inventa o Mundo - 1617/10/2010 (tomo 85) Antonio Prado

487-Feriadão -16/10/2010- (tomo 90) Antonio Prado

486 - Lili Inventa o Mundo- 10/10/2010- (tomo 84) 36º Cena às 7  -infantil-

485- Lili Inventa o Mundo - 09/10/2010 (tomo 83) Garibaldi

484 - Feriadão - 09/10/2010 - (tomo 89 )  Garibaldi

483 - Lili Inventa o Mundo - 07/10/2010 - (tomo 82 )  Garibaldi

482 - Lili Inventa o Mundo - 07/10/2010 - (tomo  81 )  Garibaldi

481 - Lili Inventa o Mundo - 06/10/2010  (tomo 80) Veranópolis

480 - Lili Inventa o Mundo - 06/10/2010 - (tomo 79 )  Veranópolis

479- O Incidente- 06/10/2010 -(tomo 63) Veranópolis

478- O Incidente - 06/10/2010 - (tomo  62 )  Veranópolis

TEATRO INDEPENDENTE - Delírios de Amores e Cigarros- (02/09/2010)
Festival de Esquetes Teatrais de Gravataí

477- Esconderijos do Tempo 29/08/2010 - (tomo 60 ) 35º Cena às 7

476- Lili Inventa o Mundo 27/08/2010 - (tomo   78  ) Progresso

475- Lili Inventa o Mundo 27/08/2010 - (tomo  77  ) Progresso 

474- A Maldição do Vale Negro (tomo-09) Soledade 22/08/2010

473- Lili Inventa o Mundo  1/08/2010  (  tomo - 76  ) Tupacireta

472- Ed Mort -18/07/2010  (tomo-07)     34º Cena às 7

Oficina de Interpretação com Sandra Loureiro Projeto Semear e Colher 
2 à 18/07/2010

Teatro Independente Delírios de Amores e Cigarros, 10/07/2010 - teatro 13 de Maio Santa maria
Teatro Independente  Delírios de Amores e Cigarros, 2/07/2010 - teatro Tui Santa maria

471-A MAldição do Vale Negro  - 13/06/2010 (tomo-08)  33º Cena às 7

470- Lili Inventa o Mundo-11/06/2010 (tomo-75) Emancipar Julho  de Castilhos

   Oficina de teatro em Veranópolis, ministrada por Cléber Lorenzoni
junho/2010

469- Lili Inventa o Mundo-29/06/2010 (tomo 74 ) Emancipar Panambí

468 -Lili Inventa o Mundo-28/06/2010  (tomo 73 ) Feira de Livro Lagoa Vermelha

467 - A Maldição do Vale Negro -28/04/2010 (tomo 07 ) Horizontina

466 - Esconderijos do Tempo -24/04/2010 (tomo 59 ) Ijuí

465  -Lili Inventa o Mundo -23/04/2010 (tomo 72 ) 3 de Maio Emancipar

464-A Maldição do Vale Negro 10/04/2010 (tomo  06 ) Festival de Teatro de Itaqui

463- O Castelo Encantado 01/04/2010 (tomo 78 )  Feira de Livros de Capão da Canoa

462- O Incidente- 31/03-2010 (tomo 61 )  Feira de Livros de Capão da Canoa

461- O Castelo Encantado-31/03/2010 (tomo  77 ) Feira de Livros Capão da Canoa
460-  Lili Inventa o Mundo 24/03/2010 (tomo 71 ) Emancipar Tapera

459- Lili Inventa o Mundo  24/03/2010 (tomo 70 ) Emancipar Tapera 

458- Esconderijos do Tempo 11/03/2010 (tomo 58 ) Emancipar Sano Angelo

457- Lili Inventa o Mundo 23/11/2009 (tomo 69 ) Feira de Livros Nova Ramada

456- Esconderijos do Tempo 23/11/2009 (tomo 57  ) Feria de Livros Nova Ramada

455- Lili Inventa o Mundo 13/10/2009 (tomo 68 ) Annes Dias

454 -Lili Inventa o Mundo 09/10/2009 (tomo  67 ) Veranópolis

453 - Lili Inventa o Mundo 09/10/2009 (tomo 66 ) Veranópolis

452 - Esconderijos do Tempo 09/10/2009 (tomo 56 ) Veranópolis

451 - Feriadão 08/10/2009 (tomo 88 )Veranópolis

450 - Lili Inventa o Mundo 07/09/2009 (tomo 65 )Emancipar São Luís Gonzaga

449- Ed Mort - 13/09/2009 (tomo 04 ) 32º Cena às 7

448- O Incidente - 25/08/2010 (tomo-60) Festival de Dom Pedrito

Cena às 7 A Maldição do Vale Negro em 22 de abril de 2012


Se eu perguntasse a um ator o que é teatro, para que serve, o que responderia-me? Sem enrolação sem titubear, sem devaneios e circunlóquios, para que serve afinal o teatro? Para divertir, entreter, fazer rir, emocionar, indagar, criticar... Não sei qual resposta dariam. Hoje enquanto assistia o espetáculo A Maldição do Vale Negro, ficava observando as pessoas rindo a minha volta e a conclusão que chegava: Fazer rir, certamente. Mas então por que diria que esse espetáculo é tão bem feito, tão profissional, se outros tantos que vi nesse mesmo mês em Cruz Alta também faziam rir? Eis a resposta: A Maldição do Vale negro é um texto de três atos, escrito pelo queridíssimo Caio Fernando Abreu, na década de oitenta. Um texto extenso com sete personagens e de dificílima construção, auxiliado por Luis Artur Nunes, Caio escreveu um melodrama, no entanto o fez em forma de sátira. Ora se melodrama já é algo difícil para atores interpretarem, imagine então uma sátira em cima do próprio. Assisti nesses anos todos de teatro muitas versões, inclusive a mais recente com a atriz Camila Pitanga, e digo que não apreciei realmente nenhuma, pois sempre esbarrava na duvida quanto a qual era o verdadeiro objetivo do diretor.
                 Em A Maldição do Vale Negro de Cléber Lorenzonipercebe-se totalmente os objetivos. Uma comédia besteirol. Mas besteirol com a técnica necessária para admirar-se esse estilo de teatro surgido no seio dos anos 90. Em cena três atores esparramam-se em sete personagens, cada um com personalidade extremamente estanque dos outros. Ricardo Fenner, Cléber Lorenzoni e Gabriel Wink suam no palco correndo de um lado para o outro, trocando de roupas, mudando trejeitos, subindo e descendo, com ótima técnica vocal e trabalho corporal impecáveis. Os figurinos fazem uma alusão a época sem caírem nas obrigações bregas da forma e o cenário embora simples consegue nos  guiar por uma época já perdida no tempo. Embora ainda pudesse esmerar-se mais nas cenas da cripta e da floresta.
                 No palco atores com 16, 10 e 6 anos de carreira. Mesclando talento e técnica. Partituração e Improviso.  A Maldição do Vale negro perambula pelo Máschara desde 2002 e várias foram as tentativas de montá-la. No entanto não saiu do papel em nenhuma das outras tentativas, talvez por que os elencos não tivessem a maturidade precisa que o texto pede. E isso nos leva a outro raciocínio: No teatro não basta você querer algo, é necessário que o universo, os Deuses do teatro colaborem para que algo acontecesse. As vezes você tem um elenco maravilhoso, o número certo de atores e atrizes para determinada obra, dinheiro(pasmem) e até a criatividade necessárias. No entanto algo atrapalha tudo e tal espetáculo não acontece, em outro momento, mesmo sem todo o elenco, com a sensação de que nada dará certo, nasce um espetáculo. Esse é o caso de vários trabalhos do Máschara e de tantos outros grupos conhecidos.           
                Não há muito o que se falar dessa segunda incursão ao A Maldição..., apenas que foi um Cena às 7 de sucesso, que o sábado serviu de ensaio geral para o domingo e que torço para que continuem na empreitada árdua de fazer duas vezes por mês o projeto de teatro. Mas algo que ainda quero mencionar é que nesses últimos dias faleceu o querido ator gaúcho Paulo Rezendes. Conhecido por mim e pelo Grupo Máschara nos idos de 1997. Paulo lutou pelo teatro e fez espetáculos maravilhoso que ficarão por muito na lembrança de colegas e do público em geral, dentre eles: Jó, fiel toda a vida e ainda o recente Dois perdidos numa noite suja, onde contracena com Jadson....Fica aqui minha homenagem a esse ator e o desejo de que jovens atores não esqueçam o quanto é difícil construir uma carreira, o quanto queremos, nós atores, sermos inesquecíveis e o quanto há de se trilhar em prol da arte. Principalmente quem faz teatro no interior. Por isso menciono aqui alguns outros jovens artistas que passaram pelo Máschara e que deixaram saudades. Dentre eles: A querida Altiva Soares (DIVA) que em Bulunga O Rei Azul interpretava uma das gatinhas cantoras. Hoje em dia Altiva já não se encontra mais entre nós, mas certamente deixou saudades. Ariane Pedrotti, que hoje mora em Erechim e não mais faz teatro, fez o inesquecível Corifeu em Antígona(2000) ganhando o troféu de melhor atriz pela FETARGS em Caxias do Sul no mesmo ano. Com Diulio Odacir Penna também se fez uma parte da historia do Máschara em Bulunga o Rei Azul. Da época de Cordélia Brasil, temos Jeferson Dill e Eduardo Gonçalves que participaram da fundação desse grupo. Vera Porto que hoje mora em Ibirubá e não é mais atriz infelizmente. Lembramos com carinho também de Daiane Albuquerque e do professor Jorge Pittan, outros dois que durante algum tempo se deixaram tocar pela vida nos palcos. Não sei por quais questões esses artistas se afastaram do palco, mas desejo que os atores atuais lutem sempre pelo que amam, seja o teatro ou não. Que não percam a coragem pois a melhor razão para se viver ainda é fazer aquilo que se ama e não há melhor compensação que emocionar as pessoas com seu talento e técnica.
Teatro é a vida...


Cléber Lorenzon e Gabriel Wink ***
Ricardo Fenner, Alessandra Souza, Gabriela Varone,Luis Fernando Lara e Renato Casagrande **


                                                                                                          A Rainha