quarta-feira, 28 de outubro de 2015

O Castelo Encantado na escola Venancio Aires tomo 103

Outra vez em uma escola...

              Depois de encerrar a temporada de O Castelo Encantado na Matinê do Máschara, o elenco ainda teve energia para incursionar pelo colégio Venancio Aires com as personagens inspiradas em Erico Verissimo. Eu particularmente ando receosa em entrar em ambientes escolares, os pais de hoje não se esmeram muito na educação dos filhos, o que se ouve e se vê em um espaço repleto de jovens não é lá muito legal. No entanto, os pequenos que aguardavam pela peça, pareciam totalmente compenetrados, sendo assim, a encenação foi uma das melhores que vi nas ultimas incursões de O Castelo. 
                  Embora tenham investido em apenas quatro atores. Cléber Lorenzoni, Renato Casagrande e Evaldo Goulart estiveram muito conectados. Volumes agradáveis. Piadas funcionais. Personagens crescentes. Um arrojo. Só indico ao terceiro, um melhor apuro da dicção.
                  A cena de Basílio foi adaptada ao elenco que se tinha, e embora o anãozinho tenha uma importancia enorme, a bandeira da necessidade de se respeitar os animaizinhos foi debatida. O Duende de O Castelo Encantado me lembra um pouco o âmago de Rapumpelsisse, e creio que por isso goste tanto da personagem. Mas o importante é sempre contar uma boa historia, não importa como o faça. 
                   O ritmo de O Castelo Encantado é intenso, as cenas curiosas e divertidas, e adaptação que o elenco faz ao espaço, dá todo um toque especial ao espetáculo. Se Lili Inventa o Mundo agrada os adultos pelo apelo sentimental, Castelo nos chega pelo ótimo desempenho das personagens. 
                    Penso que o Máschara deveria investir em um sonoplasta, e em um contra-regra. Não é vida um ator passar a vida toda tendo que descascar abacaxis e ao mesmo tempo bem atuar. 
                   Alessandra Souza alcança nessa pequena mocinha, o seu melhor, não pode no entanto, acomodar-se. Perigo para qualquer ator. Vida longa ao teatro infantil do Máschara.


Alessandra Souza (**)
Renato Casagrande (**)
Cléber Lorenzoni (**)
Evaldo Goulart (**)
Douglas Maldaner (*)



A Rainha


                   

Com a organização do evento em Nova Ramada