terça-feira, 9 de julho de 2019

espetáculo 2019


Espetáculo adulto sobre crises de gerações


Texto da Professora Elizabeth Vescia de Azambuja sobre Complexo de Electra

COMPLEXO DE ELEKTRA


O espetáculo foi realizado no Palacinho da General Osório, em diagonal à Igreja Metodista, que pertence aos descendentes da família da Sra. Dulce Amado Silva, onde é a sede do Grupo Máschara. Neste casarão, o grupo instalou sua escola de teatro e, de forma muito criativa, soube organizar, nas dependências do mesmo, o seu acervo, onde consta, inclusive, uma galeria com fotos de seus ex-integrantes.

Um público de 20 pessoas assistiu à peça que foi encenada em um pequeno espaço, mesmo assim, os ambientes disponíveis foram muito bem aproveitados pelos atores. Na cena final, os espectadores foram convidados a passar para outro compartimento do casarão, onde aconteceu a cena derradeira e fatídica do matricídio, com a morte violenta de uma das protagonistas, como é próprio da tragédia grega!!!

O desempenho dos integrantes do grupo foi fantástico e o alto nível de dramaticidade que as tragédias exigem, foi plenamente alcançado pelo elenco, que não deixa nada a desejar comparado a grandes artistas, pois conseguiu proporcionar ao público presente, momentos de suspense e profunda emoção. O teatro tem essa função de promover uma verdadeira catarse que permite a revitalização e o alívio de nossas tensões cotidianas!

Parabéns ao Grupo, do qual nos orgulhamos, como cruz-altenses, pois apesar de todo o talento, optou por permanecer em nosso meio! Quem ganhou foi nossa cidade, fomos nós, pois o Máschara, além de nos possibilitar uma forma mágica de entretenimento, nos oportuniza um enriquecimento cultural!