segunda-feira, 25 de maio de 2009

Sinopse de A Maldição do Vale Negro


Mocinha sofredora, galã inescrupuloso, empregada má e segredos de família. Parece novela mexicana. Exagero e tramas inverossímeis e moralistas são os recursos mais facilmente identificáveis na arte do melodrama, que recebe uma homenagem à altura na paródia A maldição do Vale Negro, sob direção de Cléber Rodrigo Lorenzoni.
A história se passa no ano da graça de 1834, no Vale Negro, província de Castelfranc, um lugar cercado de mistérios, segredos e maldições. Numa ambientação sombria, envolvido por densa floresta está o Castelo dos Belmont onde a perversa Ágatha envenena lentamente seu patrão, o velho Conde Maurício. O conde, à beira da ruína, tem seus bens hipotecados ao Marquês D´Allençon que deseja a mão da donzela Rosalinda, sobrinha do Conde. Expulsa do castelo pelo tio, Rosalinda encontra uma trupe de ciganos, entre eles Vassili e Jezebel, que a ajudam desvendar os mistérios da família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário